Wednesday, March 01, 2006

carnaval, pois então

No Carnaval a carne vale e a prova mais que evidente disso é a forma como se multiplicam na tv, fartura tropical,os traseiros e mamocas exibidas com movimento e música de fundo, e com a família toda em redor da mesa a assistir e comentar, tendo por único embaraço à visibilidade da nudez plumas coloridas. Onde vai já a púdica parra do envergonhado Adão! Com os calores vieram os exemplos do abana-abana a que alguns cheios de optimismo chamam samba e mesmo sem ritmo nas veias, desengonçados e perros aqui vai uma imitação cheia de esforço(e alguém filma!)
Nas festas inevitavelmente virá um combóio ao som de “Charlie, meu amigo Charlie Brown” para não falar de êxitos mais recentes como o “Miiiiila,mil e uma noites de amor com você!”E copos até dizer chega porque de outra forma não se aguenta a música e pulinhos!!
Já não tenho pachorra para estes excitamentos a começar a hora previamente marcada e com local em reboliço e falta de metros quadrados disponíveis.
Cabeleiras e nariz vermelho soam a farda de trabalho para o palhaço do circo e se assistes a palhaçada o ano inteiro,que vontade há de pintar de cara?
Não houve máscara, mas foi como ir ao baile.Sem cortejo ou desfile, mas com "viagem à volta do meu quarto"como dizia Garret, com janela virtual, ainda por cima.
Já me mascarei várias vezes e o disfarce sempre de nós fala, por antítese ou hipérbole.Já fui cigana, africana, palhaço,punk, jogador de futebol, grávida, motoqueira em disfarces carnavalescos.
Hoje apetecia-me mascarar-me de teenager:
Inconsciente, irresponsável, como o "Sweet litle sixteen" dos gnr:
Centrar-me no umbigo e não franzir o sobrolho por dores alheias; pensar o tempo infinito e as possibilidades infindáveis;Perder meia hora com a pala, e uma em inspecção de pontos negros no nariz.E música e música, que nos fala e guia, e desvenda o sentir humano,resumindo-o,ou melhor sintetizando e anunciando-o em forma de desejo que se cria.
E também porque é um disfarce que não exige demasiados adereços.
Para quê complicar?

8 Comments:

At 12:02 PM, Blogger ~*Vica*~ said...

Ai que medo dessa tua fantasia!

 
At 12:58 PM, Blogger nana said...

eu de grávida?
a carantonha era medonha!!
vestidinho com décadas de uma vizinha
almofadinha
perna sexy de origem!

 
At 4:28 PM, Blogger Pétala said...

Gosto tanto do Carnaval!! Nao o vejo como uma possibilidade de me mascarar, mas sim de me fantasiar. Rir-me a do ridiculo outro, rirem do ridiculo eu e ninguém levar a mal, por ser Carnaval! Assim fosse o ano todo...

beijo grande!!!

 
At 4:23 AM, Blogger nana said...

Pétal, obrigada pela visita.
Também gosto,das fantasias e bailaricos!
às vezes não tenho pachorra para certas musiquinhas e multidões,
depende do dia!e na data marcada pode não calhar!
;)

 
At 5:01 PM, Blogger Caracolinha said...

Eh pá ... que grande cromo que tu me saiste heim ... daqueles bem difíceis !!!!

És um espectáculo tu, um espectáculo dentro do próprio espectaculo !!!!

Beijoca aqui da molusca e a festinha do costume na cabecita do cão mimado .... olha, o meu cão manda cumprimentos ao teu .... uma patada de amizade no lombo !!!!

:))))

 
At 2:13 AM, Blogger nana said...

"croma" como dizem os miúdos!Logo eu que tenho a panca das colecções!caracolinha, o teu comentário é "um show"!
Sabes lá tu as vezes que tive que ouvir, sem que fosse elogioso,"você é um espectáculo!"!
Mas aqui soou diferente!!e soube-me bem!!
O gin retribui com pulos de alegria!O contentamento sempre o faz tirar as patas do chão!
;)

 
At 2:35 PM, Blogger mixtu said...

linda....
yayaya
perna sexy
jinhos

 
At 3:04 PM, Blogger nana said...

obrigada!!
mixtu com mais de 100 com não tenho coragem de abrir a caixa para comentar!!
Mas um dia destes escrevo sobre o tema aqui!
;)

 

Post a Comment

<< Home